Humor e crisis/Humor em crise

Fecha limite: 31 de janeiro de 2022.

XX Congresso da Sociedade Internacional de Humor Luso-Hispano:

(International Society for Luso Hispanic Humor Studies, ISLHHS):

21 a 24 de junho de 2022 Sorbonne Université, Paris, França (Forma híbrida):

Organizado por:

Chouitem Dorothee (Sorbonne Université / CRIMIC / ISLHHS),

Guillemont Michèle (Université de Lille / CECILLE),

Riaudel Michel (Sorbonne Université / CRIMIC),

Wilk-Racieska Joanna (Uniwersytet Śląski / ISLHHS).

A pandemia nos afetou a todos e mudou muitas das perspectivas anteriores. O humor, aliado fiel do ser humano em tempos difíceis, nos acompanha e nos permite (mesmo que por vezes amargo) ultrapassar crises e alterar nosso ponto de vista, para que possamos ver as coisas mais claras, menos sombrias, atingindo outros níveis de significação (Freud, Guimarães Rosa). Ele pode mesmo ter cores (Noguez, 1996): amarelo, verde, preto… O neurocientista Scott Weemsen, em seu livro Ha!: The Science of When We Laugh and Why (Ha!: A ciência de quando rimos e por quê) (2015), diz que o humor e a sua manifestação mais comum – o riso – resultam de termos um cérebro baseado no conflito. Para os linguistas, o humor funda-se em uma aparente contradição: se o conflito, a crise e as adversidades são fatores desencadeadores do humor, tanto a pandemia e suas terríveis consequências, como as crises, as adversidades e os conflitos do passado, formam, para os pesquisadores de humor e os humoristas, uma oportunidade significativa e profícua de interpretações quase ilimitadas.

O Congresso, evento acadêmico e multidisciplinar, receberá propostas de papers sobre diversos temas relativos às representações humorísticas e as suas vinculações com a sociedade: humor e linguagem; humor e educação; humor e gênero; humor e estética; humor e mídia; humor e política; humor e globalização, entre outros. Perspectivas teóricas – desde estudos linguísticos, literários, sociais, culturais, estéticos e outros – poderão amparar vários suportes de representações humorísticas, como cinema, literatura, imagem, plataformas digitais, teatro, música, e muito mais ao longo dos séculos.

Apresentação de propostas:

As propostas devem conter: título, 3 a 5 palavras-chave, resumo de 300 palavras com uma síntese curricular (250 palavras). As línguas podem ser: espanhol, português, francês ou inglês (deve-se considerar que a apresentação terá a duração de 20 minutos). Enviar para os seguintes endereços:

&

Por favor, indique no título do correio o número da sessão na qual você deseja participar.

SESSÕES:

1. Humor e crise / humor em crise na perspectiva dos estudos linguísticos (entre outros: social, político, midiático, cômico) e do discurso educacional.

2. Humor e crise / humor em crise na perspectiva dos estudos literários.

3. Humor e crise / humor em crise do ponto de vista cultural (cinema, teatro, música).

4. Humor e crise / humor em crise na perspectiva dos estudos sociológicos.

5. Humor e crise / humor em crise a partir de uma perspectiva de estudos filosóficos e estéticos.

Encerramento da chamada: 31 de janeiro de 2022.

Fim de fevereiro de 2022: Comunicação sobre aceitação / não aceitação das propostas pela Comissão Científica.

Leer más AQUÍ



Citar este post
REGARDS CNRS (2022, 24 enero). Humor e crisis/Humor em crise. Redial & Ceisal. Recuperado 1 de marzo de 2024, de https://doi.org/10.58079/tguu

También te podría gustar...

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.

Buscar en OpenEdition Search

Se le redirigirá a OpenEdition Search